Newsletter

Cadastre-se e receba nossos boletins informativos



Declaração do UNFPA sobre a decisão dos EUA de suspender seu financiamento

Tamanho da letra:

Nações Unidas, Nova York, 4 de abril de 2017 - O UNFPA, Fundo de População das Nações Unidas, lamenta a decisão dos Estados Unidos de negar qualquer financiamento para nosso trabalho que salva vidas em todo o mundo. Esta decisão baseia-se na afirmação errônea de que o UNFPA "apoia ou participa na gestão de um programa de aborto coercivo ou esterilização involuntária" na China. O UNFPA refuta esta afirmação, uma vez que todo o seu trabalho promove os direitos humanos dos indivíduos e dos casais para tomarem as suas próprias decisões, livres de coerção ou de discriminação. De fato, os Estados-Membros das Nações Unidas há muito descrevem o trabalho do UNFPA na China como uma força para o bem.

Os Estados Unidos, um dos nossos membros fundadores, têm sido por muito tempo parceiros do UNFPA no trabalho de proteger e promover a saúde reprodutiva e os direitos das mulheres e meninas, com a finalidade de melhorar sua saúde e a saúde de suas famílias.

O apoio que recebemos ao longo dos anos do Governo e do povo dos Estados Unidos contribuiu para salvar dezenas de milhares de mães de mortes e incapacidades evitáveis, especialmente agora nas crises humanitárias globais que estão se desenvolvendo rapidamente. Com contribuições anteriores dos Estados Unidos, o UNFPA estava combatendo a violência baseada no gênero e reduzindo o flagelo das mortes maternas nos locais mais frágeis do mundo, em áreas de conflito e desastres naturais, incluindo o Iraque, Nepal, Sudão, Síria, Filipinas, Ucrânia e Iêmen.

Nós sempre consideramos os Estados Unidos como um parceiro de confiança e um líder em ajudar a garantir que toda gravidez seja desejada, todo parto seja seguro e cada jovem alcance seu potencial. Esperamos, portanto, poder continuar o nosso trabalho com os Estados Unidos para abordar estas preocupações globais e restaurar a nossa forte parceria para salvar as vidas de mulheres e meninas no âmbito dos objetivos globais de desenvolvimento, sem deixar ninguém para trás.

O apoio dos Estados Unidos ao UNFPA

O UNFPA, Fundo de População das Nações Unidas, trabalha em mais de 150 países e territórios, onde vivem mais de 80% da população mundial.

Com o apoio dos Estados Unidos, em 2016 o UNFPA foi capaz de:

  • Salvar as vidas de 2.340 mulheres, evitando que morressem durante a gestação e o parto;
  • Evitar 947.000 gravidezes não planejadas ;
  • Garantir 1.251 cirurgias de fístulas;
  • Evitar 295.000 abortos inseguros;
  • Ajudar 3 milhões de casais a prevenir gravidezes não desejadas.

banner zica lateral

teste pequeno

banner programa de pais

banner materiais iniciativas

reducao

unfpabrasil "Juntos podemos melhorar a qualidade dos insumos de saúde para populações em situação de maior vulnerabilidade"… https://t.co/ITtXgiXo0Y
13mreplyretweetfavorite
unfpabrasil “É preciso considerar fortemente a população quando se fala em mudanças climáticas” - Jaime Nadal… https://t.co/JvU4KVKA6v
14hreplyretweetfavorite
unfpabrasil Veja a matéria completa do debate sobre política de drogas do Dia Internacional da Juventude -… https://t.co/PvlKVLWati
16hreplyretweetfavorite