Newsletter

Cadastre-se e receba nossos boletins informativos



UNFPA participa de seminário sobre parcerias inovadoras e igualdade de gênero em Moçambique

Tamanho da letra:

O Fundo de População das Nações Unidas (UNFPA) participou, entre 3 e 4 de maio, de encontro para discutir experiências sobre o progresso da igualdade de gênero, empoderamento de mulheres e Cooperação Sul-Sul no Brasil e em Moçambique.

O seminário “Parcerias inovadoras em Proteção Social, Segurança Alimentar e Nutricional e Gênero: Moçambique, Brasil, ONU e DFID”, realizado em Maputo, capital moçambicana, reuniu representantes dos governos dos dois países e de agências da ONU. O Objetivo de Desenvolvimento Sustentável número 5, “Alcançar a igualdade de gênero e empoderar todas as mulheres e meninas”, foi um dos norteadores dos debates.

Ana Claudia Pereira, oficial de projeto em Gênero e Raça do UNFPA, disse que o seminário aprofundou as discussões da 60ª sessão da Comissão da ONU sobre a Situação das Mulheres sobre parcerias inovadoras para a promoção da igualdade de gênero. “A discussão atraiu grande interesse de ativistas e governos de todo o mundo. O seminário representa uma oportunidade de observar como o conceito se concretiza na prática”, disse.

Márcia de Castro, coordenadora-residente das Nações Unidas em Moçambique, frisou que a cooperação é um forte instrumento para a implementação dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS), os quais compõem a Agenda 2030 de Desenvolvimento Sustentável. Para a assistente de Programas da ONU Mulheres Brasil, Juliana Maia, o Projeto de Cooperação Sul-Sul é “uma oportunidade bem-sucedida no compartilhamento de experiências, desafios e boas práticas nas áreas de segurança alimentar, proteção social e promoção da igualdade de gênero”.

Como resultado efetivo da cooperação de Moçambique com o Brasil que envolve o UNFPA, a ONU Mulheres e o DFID (Departamento do Reino Unido para o Desenvolvimento Internacional), Luisa Macuacua, do Ministério de Gênero, Criança e Ação Social de Moçambique, aponta a influência de conteúdos de gestão com perspectiva de gênero no Plano de Combate à Violência de Gênero e a revisão do Plano para o Avanço das Mulheres. Dentre os desafios, a dirigente moçambicana assinalou o apoio à sistematização de estatística de gênero, apoio para a formulação de relatórios nacionais e internacionais e para o monitoramento dos ODS, Plano de Ação de Pequim e outros marcos normativos internacionais.

Por sua vez, o Brasil apresentou a agenda de trabalho da Secretaria Especial de Políticas para as Mulheres (SPM).
O seminário contou, ainda, com sessões temáticas sobre proteção social, segurança alimentar, alimentação escolar e agricultura familiar.

Moçambique UNFPA

UNFPA participou do painel “O papel das parcerias inovadoras em Cooperação Sul-Sul na promoção da igualdade de gênero”.

Cooperação Sul-Sul

Desde 2015, a ONU Brasil, o DFID, o governo brasileiro, o governo de Moçambique e de outros países africanos vêm trabalhando no marco de projetos no âmbito da Cooperação Sul-Sul, com vistas a superar a pobreza, reduzir a insegurança alimentar e nutricional e empoderar as mulheres, mais especificamente por meio dos projetos “Brasil & África: combate à pobreza e empoderamento das mulheres por meio da Cooperação Sul-Sul” e “Parcerias Nacionais para Iniciativas de Desenvolvimento Social”.

Por Jorge Salhani, com informações da ONU Mulheres.

banner zica lateral

teste pequeno

banner programa de pais

banner materiais iniciativas

reducao

unfpabrasil Você possui graduação nas áreas de saúde ou educação, ciências sociais ou humanas? Mais informações em:… https://t.co/sU0ScnRtEh
2hreplyretweetfavorite
unfpabrasil Existem vários tipos de métodos contraceptivos e todos são disponibilizados pelo SUS. Informe-se, ligue para DISQUE… https://t.co/Nu9qTj6NoV
23hreplyretweetfavorite