Newsletter

Cadastre-se e receba nossos boletins informativos



Cooperação Sul-Sul

Tamanho da letra:

Cooperação Sul-Sul é a modalidade de cooperação técnica internacional que se dá entre países em desenvolvimento, que compartilham desafios e experiências semelhantes. Ela difere da tradicional Cooperação Norte-Sul (onde países desenvolvidos do Hemisfério Norte colaboram com países em desenvolvimento do Hemisfério Sul).

A Cooperação Sul-Sul é uma das prioridades da política externa brasileira. Na última década, o Brasil tem investido esforços e recursos em programas voltados para países da América Latina e Caribe, África e Ásia, através da Agência Brasileira de Cooperação (ABC), ligada ao Ministério das Relações Exteriores. Por essa razão, o Brasil foi o primeiro país a ter Cooperação Sul-Sul como parte integrante do Programa de País do UNFPA acordado com o Governo.

Desde 2002, o UNFPA Brasil desenvolve iniciativas de Cooperação Sul-Sul. Tal Cooperação está baseada nas capacidades de indivíduos e instituições brasileiras e visa maximizar a troca de boas práticas para atender às necessidades de países parceiros.

- O UNFPA Brasil e o Governo Brasileiro financiam conjuntamente as iniciativas Sul-Sul em população.

- A Agência Brasileira de Cooperação/Ministério das Relações Exteriores e o UNFPA articulam necessidades concretas e pareceiros potenciais para atendê-las.

Na área de Cooperação Sul-Sul, o UNFPA apoiou a cooperação entre países no que se refere a análises demográficas, serviços de saúde sexual e reprodutiva amigáveis para jovens, questões de gênero, incluindo atenção às mulheres em situação de violência, e saúde dos homens. Durante o último Programa de País (2007/2011), iniciativas de Cooperação Sul-Sul com o Brasil beneficiaram 15 países da América Latina e Caribe, África e Ásia.

No atual Programa de País, o objetivo em Cooperação Sul-Sul é ampliar a capacidade das instituições nacionais em implementar iniciativas que promovam o Programa de Ação da Conferência Internacional de População e Desenvolvimento por meio dessa modalidade de cooperação, em parceria com o UNFPA. Isso será alcançado através de:

a) Fortalecimento das capacidades nacionais para produzir, analisar e disseminar dados populacionais e indicadores que contribuam para as políticas, planos e programas em nível nacional e internacional;

b) Construção e expansão de parcerias com instituições nacionais para desenvolver habilidades para os esforços de Cooperação Sul-Sul em questões relacionadas com o Plano de Ação da CIPD; e

c) Construção de estratégias e ferramentas para gestão do conhecimento em Cooperação Sul-Sul a fim de garantir a qualidade das iniciativas de cooperação, bem como para identificação e documentação de boas práticas.

banner zica lateral

teste pequeno

banner programa de pais

banner materiais iniciativas

reducao

unfpabrasil "Essa foi uma experiência muito saudável em que me tornei no homem que sou hoje" https://t.co/4E90iZrwwi https://t.co/lMNUB8mG70
9hreplyretweetfavorite
unfpabrasil Você sabia que 1 em cada 3 mulheres em todo o mundo já sofreu violência física ou sexual? #16diasdeativismohttps://t.co/lh6AMXHWL4
14hreplyretweetfavorite
unfpabrasil O secretário-geral da ONU alertou que a prática da #MGF nega a mulheres e meninas sua dignidade e saúde https://t.co/kbVL6LVbOW
17hreplyretweetfavorite